Categoria: Inspiração

Toda essa coisa do dinheiro

dinheiro-doodle

Apesar da vontade que eu tava de voltar pra casa, confesso que fiquei um tanto contrariada quando tive que ir ao supermercado, ao chegarmos em Brasília. Fiquei abismada com o quanto algumas coisas encareceram, e com o quanto se leva cada vez menos por mais pra casa.

Isso me deixou um bocado triste. Gosto de comer bem, e gosto de inventar na cozinha. Faço muita comidinha simples, mas sempre gosto de inventar moda com um prato ou um tempero. Mas tenho simplificado muito, porque nosso bolso não consegue acompanhar a forma como as coisas estão subindo. Essa limitação é incômoda, mas traz também muitos aprendizados.

Continue lendo...

O tempo passa…

João está na fase de ser um mãozinha de gancho: agarra qualquer coisa que passar perto dele. Dia desses o flagrei olhando fixamente para os buraquinhos de uma tomada. E fiquei tentando lembrar quando é que foi que essa fase começou, e tentei repetir isso com várias outras “fases” e atitudes que ele passou a ter.

O fato é que eu não consigo delimitar os marcos muito claramente. Não sei quando ele começou a agarrar as coisas, não tenho muita certeza sobre quando foi que ele começou a dormir quase nada durante o dia, não faço ideia de em que mês ele passou a balbuciar consonantes e vogais. São apenas 7 meses de vida fora da barriga, e tanto já aconteceu, e eu não sei muito bem quando.

Continue lendo...

Manifesto anti-workaholic

Eu nem sei se formalmente esse texto é mesmo um manifesto. Talvez “opinião sincera” caiba melhor. E eu resolvi escrevê-lo depois de ler uns dois ou três textos sobre Berlim e sua cultura carpe diem, em contraponto com a nossa.

Como toda discussão recente na história, ser workaholic é uma tendência que leva o senso comum a uma polarização errônea e simplista. Ou você é um workaholic, ou você é um bon vivant. E é claro que não é assim.

workaholic

Em primeiro lugar, há que se considerar o quesito “paixão pelo que se faz”. Todo mundo quer ter uma profissão pela qual seja apaixonado, mas eu tenho certa preocupação com esse ideal tão típico da geração Y. Porque trabalho é trabalho, e uma hora ou outra, vai ser uma coisa chata.

Continue lendo...

peuterey outlet online peuterey outlet online peuterey outlet online peuterey outlet online peuterey outlet online woolrich outlet online woolrich outlet online woolrich outlet online woolrich outlet online woolrich outlet online doudoune parajumpers pas cher doudoune parajumpers pas cher doudoune parajumpers pas cher doudoune parajumpers pas cher doudoune parajumpers pas cher golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet