Esses dias eu ando super back to basics em tudo, em comida principalmente. Ando com vontade de coisa simples, sem dificuldade, que não leve muito tempo pra ser feito. Talvez seja reflexo da simplificação geral que tá rolando aqui em casa, efeitos da crise que não me deixa mais botar qualquer ingrediente no carrinho.

Tenho feito umas mudanças muito positivas em termos de rotina de alimentação aqui em casa, e todos estão se beneficiando disso. Primeira coisa, mais planejamento e mais “adiantar as coisas”. Voltei a planejar o menu da semana com antecedência, sempre antecipo os preparos e marido tem levado marmita todo dia. Uma economia e tanto.

Outra coisa que estou botando em prática por esses dias, é desperdiçar menos. Eu confesso, sempre joguei muita comida fora. Fosse por comprar quantidades exageradas, fosse por guardar comida sem reaproveitar. Também uma questão de planejamento. Todos os dias faço pequenas revisões na despensa e geladeira, pra evitar desperdício.

E nisso de novos hábitos e voltar ao básico, me deu vontade doida de caramelo dia desses. Açúcar queimado, pensa num trem que é básico e gostoso. Eu gosto de todo jeito, incluindo o gourmetizado caramelo salgado. Aliás, botou sal no doce e açúcar no almoço eu adoro. Sempre fui meio esquisita mesmo.

Depois de um dia foi de cão, numa dessas segundas aí pra trás, eu precisava de um carinho pra mim. Das muitas formas que existem de me auto-afagar, uma comidinha gostosa é uma das preferidas. Antes de sair de casa à tarde tinha feito um bolo de chocolate, que cobri com brigadeiro mole de caramelo salgado.

Estávamos voltando pra casa, e chegando aqui ligaram do trabalho do meu marido, e ele teve que voltar pra resolver um pepino (coitado, voltou 2h da manhã pra casa). Minha promessa de descanso foi trocada pelo combo da noite do João: dar banho, janta e botar pra dormir. Bonus track: ele ficou irritado e demorou pelo menos mais uma hora do que o usual pra cumprir todo o ritual.

Umas 22h30 me desocupei, mas ainda tinha trabalho e umas coisas que não poderiam dormir sem resolução. Ou seja, fui longe também. Mas no meio disso tudo, tinha um bolo com cobertura de caramelo salgado. Puro caramelo(drama). Mais bonus track: três copinhos de brigadeiro de caramelo, sobras da cobertura do bolo. Comi tudo, bolo, brigadeiro, até enjoar.

cobertura-caramelo-salgado-2
Bolo de chocolate com cobertura de caramelo salgado

cobertura-caramelo-salgado

E ainda sobrou um pouquinho pra preencher três copinhos!
E ainda sobrou um pouquinho pra preencher três copinhos!

A semana seguiu cheia de desafios, mas aquele caramelo nunca caiu tão bem no meio de um dia bagunçado. A receita, pra quem quiser tentar, taí (adaptado do blog ICFD):

Brigadeiro mole de caramelo salgado (pra cobertura de bolo ou doce de copinho):

1/2 xícara de açúcar cristal ou 1/4 demerara + 1/4 mascavo, se quiser um sabor mais exótico
1/2 xícara de creme de leite (fresco ou de latinha, que tem mais gordura que o de caixinha)
1/2 colher de chá de flor de sal ou sal integral ou sal grosso
1/2 lata de leite condensado
1/2 colher de sopa de manteiga sem sal

Derreta o açúcar em uma panela, observando para não queimar. O ponto é quando chegar numa cor parecida com a de mel. Misture o sal com o creme de leite e aqueça. Assim que ferver, coloque o creme no açúcar, misturando sem parar (cuidado que sobe e borbulha!). Vai empelotar um pouco e parecer que não vai dar certo, mas continue mexendo e seja paciente. Adicione o leite condensado e a manteiga e continue mexendo em fogo médio por 3 a 5 minutos. Retire do fogo, aguarde uns minutinhos e cubra o bolo, ou transfira para os potinhos.